Prefeitura de Feira descumpre lei que estabelece normas de segurança para as escolas municipais


Após um ataque cometido por um adolescente e um homem contra
a Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP), na manhã do dia 13 deste mês,
matando cinco alunos e duas funcionárias, uma onda de ameaças se espalhou pelo
país e um caso foi registrado em Feira de Santana.

Na segunda-feira (25), a 1ª Coordenadoria de Polícia do
Interior da Polícia Civil (Feira de Santana), passou a investigar a divulgação
de mensagens ameaçadoras via Whatsapp, sobre ataque ao Instituto de Educação
Gastão Guimarães. Um jovem de 18 anos foi detido por policiais da 64ª Companhia
Independente da Polícia Militar, apontado como autor das mensagens e
apresentado na delegacia. Por causa da ameaça, boa parte dos alunos não
compareceu ao colégio.

“Com a permissão dos pais fizemos buscas no local onde ele
mora e não encontramos nenhum tipo de arma”, afirmou o titular da 1ª Coorpin,
delegado Roberto Leal. Em depoimento, o jovem negou a autoria das mensagens e
disse que apenas repassou as informações para alertar os demais alunos da
escola.

Por todo o Brasil, pais de alunos, imprensa e autoridades
passaram a debater a segurança nas escolas. Em Feira de Santana, existe uma lei
aprovada e sancionada pelo executivo, mas que não é cumprida integralmente pela
Prefeitura Municipal.

A Lei de número 51, de 1999, de autoria do então vereador
Ildes Ferreira, estabelece o Serviço Municipal de Segurança Escolar, com a
adoção de vigilância escolar; e introdução, em todas as Escolas do Município,
de aparelhos detectores de metal.

A Lei, sancionada na época pelo prefeito Clailton Costa
Mascarenhas, e que completará 20 anos no dia 15 de outubro deste ano, ainda não
foi cumprida pelo poder executivo. 





Blog Central de Polícia

Comentários

0 Faça sem comentário...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>