Suspeito de tráfico de drogas é preso em aeroporto; homem teria mandado matar mulher que deu água a PMs


Um suspeito de envolvimento com tráfico de drogas foi preso, na madrugada deste sábado (4), no aeroporto de Salvador, quando tentava deixar à Bahia para ir a Santa Catarina. As informações são da Delegacia de Amélia Rodrigues, onde o homem atuava.

De acordo com a polícia, Paulo Henrique Xavier de Santana, conhecido como “Veinho”, era um dos homens que comandavam um grupo criminoso, que além de ter participação com o tráfico de drogas, também é apontado por homicídios no distrito de São Bento de Inhatá, que pertence a cidade de Amélia Rodrigues, cidade a cerca de 95 km de Salvador.

A vítima de Paulo e Emerson foi Giselma dos Anjos Rocha, de 58 anos. A mulher foi morta em 17 de fevereiro deste ano por ter dado uma garrafa de água para uma guarnição da PM que patrulhava a região.

“Ela [Giselma] foi morta durante a madrugada quando retornava de uma cavalgada, acompanhada do esposo e neto, um adolescente de 14 anos. Os criminosos fizeram uma tocaia no meio do mato e dispararam contra os três. O homem e o adolescente sobreviveram, mas a mulher não. Ela foi baleada com cerca de seis tiros e, não satisfeitos, eles ainda deram 10 facadas nela”, relatou o delegado de Amélia Rodrigues, Idelfonso Monteiro.

Após o assassinato de Giselma, a Polícia Civil iniciou as investigações e, junto com a Polícia Militar, intensificou as ações na região de Amélia Rodrigues. Diante da pressão policial, os criminosos deixaram a região de Amélia Rodrigues com destino a outras localidades e cidades do país.

Paulo Henrique, foi um dos suspeitos que optou pela mudança de estado e foi capturado no aeroporto de Salvador. No momento da prisão dele, um homem, identificado como Ederaldo Oliveira, que o acompanhava, foi detido para averiguações e a polícia constatou que ele não participava do grupo criminoso, mas conhecia o suspeito. O homem foi liberado.

De acordo com a polícia, um homem conhecido como Milelo, também suspeito de integrar o grupo criminoso, está foragido.

Após a prisão, Paulo Henrique foi apresentado no posto da Polícia Civil no Aeroporto Internacional de Salvador e, em seguida, conduzido para a delegacia de Amélia Rodrigues. Já Emerson foi apresentado, logo depois da prisão, na mesma unidade policial.

G1 Bahia

Comentários

0 Faça sem comentário...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>