Delegado-geral da PC visita o Complexo Policial do Jomafa e diz que vai requisitar prédio da Ciretran para instalar a DEAM


O delegado-geral da Polícia Civil da Bahia, Bernardino Brito Filho e uma equipe composta por arquitetos e engenheiros visitaram na manhã desta sexta-feira (12), as dependências do Complexo Policial Investigador Bandeira, que engloba delegacias, 3ª Ciretran e Departamento de Polícia Técnica (DPT), no Jomafa, em Feira de Santana. Acompanhado do coordenador regional da 1ª Coorpin, delegado Roberto Leal, Bernardino revelou que o objetivo da visita foi para fazer um levantamento técnico para projeto de recuperação de todo o equipamento.

De acordo com ele, apesar do estado em que se encontra o Complexo Policial do Jomafa, foram feitos seviços específicos para atendimento do público. “Foram feitas manutenções de algumas áreas específicas para atendimento ao público, como rede elétrica, rede lógica (informática), mas o Estado é muito grande e pelo orçamento não dá para fazer tudo de vez”, alegou.

O delegado-geral reconheceu o trabalho feito pelo empresário Jaçon Bandeira, filho do Investigador Bandeira, que ajudou na limpeza do pátio do Complexo e reforma de móveis do equipamento. Disse ainda que o problema de focos de dengue nos veículos abandonados não depende apenas da Secretaria de Segurança Pública. “São carros apreendidos e o poder judiciário não tem depósito, e a responsabilidade recai para o gestor (polícia)”.

“Estamos adotando providências no sentido de retirada dos veículos do pátio, fazendo ajuste com o poder Judiciário, Porcuradoria Geral do Estado, para melhorar esta ambiente de trabalho e também para receber aqueles que necessitam do trabalho da Polícia Civil”, comentou.
Bernardino Filho explicou que os engenheiros verificaram que a estrutura é sólida, mas serão obras de revestimento, substituição de toda a rede elétrica e revisão da rede hidráulica.

DEAM
O delegado-geral também informou que será feita gestão para instalação da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (DEAM) no prédio onde funciona atualmente a 3ª Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran), que deve mudar de local. Segundo ele, haverá uma divisão e acesso exclusivo para a delegacia especializada, além de facilitar os exames que as mulheres são submetidas no DPT. “Vou fazer todo um esforço para que aquele prédio passe a ser um complexo polical fechado, com Polícia Civil e Técnica, fazemos a divisão para que não haja a discussão sobre integrar a unidade especializada ao complexo, faz-se um muro e outra entrada indenpendente, mas que facilite as vítimas de irem ao DPT fazer os exames”, completou.

DPT
Ainda de acordo com o delegado-geral, o Departamento de Polícia Técnica também deve ser incluído no projeto de reforma. ” O objetivo é de que a reforma se estenda ao DPT, pois esta foi a recomendação do secretário de Segurança Pública, para que a gente viesse ver quais são as necessidades para reforma”, concluiu.

O delegado Roberto Leal informou que a limpeza feita recentemente no Complexo Policial do Jomafa facilitou o trabalho de inspeção dos engenheiros. “O pessoal veio, fez as fotografias, irá emitir o relatório e sabemos que tem período licitatório para escolha da empresa e início das obras”, completou Leal.

Blog Central de Polícia, com informações e fotos de Denivaldo Costa.

Comentários

0 Faça sem comentário...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>