Veículo roubado há 5 anos é recuperado pela PRF na BR 324, em Feira de Santana


Um automóvel FORD/Fiesta SE, com ocorrência de roubo registrada em 2014, foi recuperado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na tarde de segunda-feira (11), em Feira de Santana, distante 110 quilômetros de Salvador.

Abordado pelos policiais durante fiscalização de rotina no KM 514 da BR 324, o veículo era conduzido por um homem de 37 anos.

Durante a fiscalização no veículo, foram encontradas indícios de adulterações nos elementos identificadores, o que levou a equipe a aprofundar a verificação no Fiesta. Com técnicas de identificação veicular, os PRFs perceberam elementos que indicavam outro veículo, da mesma marca e modelo, porém com placas diferentes. Essa modalidade de troca de placas é utilizada para tentar ‘burlar’ fiscalizações da polícia.

Após consulta ao sistema de dados, os agentes constataram se tratar na realidade de um veículo roubado em 2014, na capital baiana.

O veículo apreendido e o motorista foram apresentados na Delegacia de Polícia Civil local.

Como ocorre o crime de adulteração

Na adulteração, os criminosos trocam a identificação do veículo e seus documentos para que pareça ser um veículo regular. Neste momento o veículo recebe placas de outro veículo idêntico e o proprietário desse veículo, que se encontra em situação regular, torna-se a segunda vítima dos criminosos pois passa, muitas vezes, a receber multas de trânsito por infrações relacionadas ao veículo clonado.

A PRF orienta que, na pesquisa ou ato da compra, o novo proprietário sempre desconfie de anúncios tentadores, leve-o a um mecânico de confiança e confronte as informações do documento com os elementos identificadores no veículo.

Fonte: Nucom/PRF.

Comentários

0 Faça sem comentário...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>