Agentes penitenciários fazem paralisação de 24 horas no Conjunto Penal de Feira de Santana


Uma paralisação de 24 horas foi organizada para esta sexta-feira (9), pelo Sindicato dos Agentes Penitenciários do Estado da Bahia (Sinspeb), no Conjunto Penal de Feira de Santana. A paralisação teve início às 8h e atinge todas as atividades relacionadas aos agentes penitenciários.

Segundo o presidente do Sinspeb, Reivon Pimentel, a paralisação acontece em protesto contra o capitão PM Allan Araújo, diretor do Conjunto Penal de Feira de Santana, que teria retido veículos estacionados no interior do presídio, sob alegação de que havia algo de ilícito no interior dos carros. O sindicalista alega que a decisão do diretor foi arbitrária e a categoria exige uma retratação. Relembre o caso:

http://centraldepolicia.olabahia.com.br/2020/09/29/sinspeb-convoca-assembleia-para-discutir-crise-na-seguranca-do-conjunto-penal-de-feira-presidente-do-sindicato-acusa-diretor-do-presidio-de-abuso-de-autoridade/

“A paralisação é de 24 horas, nós estamos paralisando todas as atividades durante 24 horas e o capitão Allan (diretor do presídio) , além de não ter se retratado publicamente por conta do ato ditatorial, ilegal e desrespeitoso do dia 24, hoje, durante nossa assembleia, esteve em nossa assembleia, portando arma ostensivamente, o que eu nunca vi durante esses cinco anos e ele, como operador de segurança, deveria saber que em nenhuma manifestação pública é permitido arma de fogo. Ele estava com arma de fogo, ostensivamente, numa clara intenção de intimidar os presentes na nossa assembleia Ele só esteve na assembleia pra dizer que estava à disposição dos policiais penais de Feira de Santana, e mais nada. O que nós esperávamos dele era humildade, hombridade em reconhecer que errou na forma que conduziu a situação no dia 24 de setembro” declarou Pimentel.Ainda de acordo com o presidente do Sinspeb, os agentes penitenciários estão indignados e alegam assédio moral da direção do conjunto penal e espera uma resposta da Secretaria Especializada em Administração Penitenciária (Seap). A categoria reclama também da falta de estrutura para garantir a segurança dos agentes que trabalham na unidade penal.

Nesta semana, o diretor do Conjunto Penal de Feira de Santana distribuiu uma nota pública sobre o assunto. Confira na íntegra:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Sobre o fato publicizado pelo Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado da Bahia, referente  a suposto assédio moral a servidores do Conjunto Penal de Feira de Santana, a Direção da Unidade Prisional informa que prima pelos princípios que permeiam a gestão pública – a legalidade, a moralidade, a impessoalidade e eficiência – como balizadores das ações adotadas em todos os Atos Administrativos.

Nesse sentido, não se vislumbra conduta ilegal ou imoral por parte da Direção, que, ao recepcionar qualquer informação de suposta irregularidade, possa adotar todas as medidas legais ao seu alcance, com fito na averiguação a denúncia. Isto é mais que uma incumbência, é um dever do Diretor, coibir possíveis atos delituosos  salvaguardar a reputação da SEAP e dos abnegados Servidores Penitenciários que lidam, dia a dia, nesta tão difícil missão – custodiar homens e mulheres privados de liberdade.

Compreendemos que procedimento desta natureza deve ser interpretado como oportunidade de demonstrar à sociedade a transparência e a integridade de todo servidores, fortalecendo assim a luta pela desconstrução de mitos de outrora.

Por fim, a Direção do Conjunto Penal de Feira de Santana  reafirma seu compromisso com a categoria dos Servidores Penitenciários, na busca permanente pela melhoria das condições de trabalho, bem como  primar pelo continuado processo de valorização desses profissionais.

Allan Silva Araujo, Cap PM Diretor

Blog Central de Polícia, com informações e fotos de Denivaldo Costa.

 

Comentários

0 Faça sem comentário...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>