Feira de Santana: Governo vai denunciar à Polícia Federal quem furar a fila para se vacinar


Governo Municipal de Feira de Santana informa que qualquer suspeita ou denúncia de pessoas que furarem a fila para tomar a vacina contra a Covid-19 será denunciada para o Ministério Público e à Polícia Federal para apuração.

A Prefeitura com seriedade a vacinação e, portanto, reitera a sua importância como eficaz controle na disseminação da doença no município.

Desta forma, cada clínica e unidade hospitalar da rede privada é responsável em informar com veracidade e honestidade à Secretaria Municipal de Saúde os profissionais que realmente atuam na linha de frente no combate à Covid-19, em urgência e emergência, para receber a vacina contra a doença.

Na primeira etapa da vacinação, que iniciou na terça-feira, 19, somente esses profissionais e os idosos institucionalizados têm direito a receber o imunizante.

Secom/imagem reprodução.

Covid-19: 200 detentos que estavam em prisão domiciliar terão que voltar ao Conjunto Penal de Feira


Os 200 detentos do Conjunto Penal de Feira de Santana, que foram autorizados a deixar a unidade para cumprir prisão domiciliar por causa da pandemia do coronavírus terão que retornar, conforme determinação da Justiça. Eles devem comparecer de forma escalonada, por ordem alfabética.

Segundo o G1, a decisão foi publicada nesta quinta-feira (29) e, inicialmente, o retorno está sendo de forma voluntária, mas os presos serão acionados pela Justiça.

Os detentos que estiverem em casa por terem problemas de saúde podem continuar em regime domiciliar, mas precisam apresentar relatório médico à Justiça em até 10 dias. Todos os casos serão analisados pela Justiça. Os presos que não retornarem serão considerados foragidos.

A saída para prisão domiciliar foi autorizada em março pela Justiça, por causa da pandemia da Covid-19. De acordo com a Vara de Execuções Penais, a retomada leva em conta a estabilização dos casos da doença e a recente autorização das visitas íntimas.

Blog Central de Polícia, com informações do G1 e imagem reprodução/ilustração.