Após outubro crítico, novembro tem redução no número de homicídios em Feira de Santana


A polícia registrou redução no número de homicídios no mês de novembro deste ano, em relação ao mês anterior e também em relação a igual período do ano passado. Segundo a estatística de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), foram registrados 27 homicídios, 2 latrocínios (roubo seguido de morte) e 6 autos de resistência (troca de tiros entre suspeitos e polícia). além de excludentes de ilicitude

Houve uma diminuição no número de crimes em relação ao mês de outubro, um dos mais violentos dos últimos anos, quando foram registrados 44 homicídios. Já o mês de novembro do ano passado teve um homicídio a mais, totalizando 28 mortes.

Embora o mês passado tenha apresentado uma redução no número de assassinatos, alguns crimes chamaram a atenção da comunidade, como a execução de duas jovens no bairro do SIM. As vítimas vieram do município de São Domingo e foram encontradas com marcas de tiros em um matagal.

http://centraldepolicia.olabahia.com.br/2020/11/05/jovens-sao-assassinadas-em-matagal-em-feira-de-santana/

Também houve o assassinato de outra mulher, vítima de pedradas no bairro Baraúnas.

A policia registrou um duplo homicídio no bairro Caseb, ocasião em que as vítimas estavam em um bar e foram surpreendidas por homens que chegaram de carro e atirando. Outro duplo homicídio também ocorreu no bairro Mangabeira.

Outro crime que também chocou a população pelo requinte de crueldade foi o assassinato do entregador de delivery, Lucas dos Santos Bonfim, 21 anos. O corpo dele foi encontrado em um terreno baldio, no bairro Campo Limpo, com sinais de tortura. Três adolescentes foram apreendidos pela polícia, acusados de participação no crime.

http://centraldepolicia.olabahia.com.br/2020/11/23/pm-apreende-acusados-do-assassinato-de-entregador-de-pizza/

Armas

Dos crimes cometidos em novembro, a maioria foi praticada com uso de arma de fogo.

Balanço de 2020

Até o momento já foram registrados 357 homicídios e 12 latrocínios neste ano.

Locais

O bairro Mangabeira liderou a estatística em novembro com 3 assassinatos, seguido de Caseb, Campo Limpo, SIM, Feira IX e Maria Quitéria, com 2 crimes cada. E foi registrado pelo menos um assassinato na Rua Nova, Sítio Matias, Muchila, Viveiros, Gabriela, George Américo, São João do Cazumbá, Chácara São Cosme, Baraúnas, Sobradinho, Cidade Nova, Santo Antônio dos Prazeres, Estação Nova, Feira VII e Humildes.

Relação de homicídios no mês de novembro, nos últimos ano

2020 – 27

2019 – 28

2018 – 27

2017 – 36

2016 – 25

2015 – 21

2014 – 28

2013 – 25

2012 – 44

2011 – 43

2010 – 30

Blog Central de Polícia, com informações de Denivaldo Costa e imagens reprodução/arquivo.

Condenado por matar mulher em Aracaju é suspeito de ter envolvimento com cerca de 50 mortes


Promotor diz que ele é descrito como um traficante de altíssima periculosidade e líder de uma facção em Feira de Santana.

O réu Leone Santos Costa foi condenado nesta terça-feira (3), em Sergipe, a 26 anos e quatro meses, em regime fechado, pelo assassinato de uma mulher em agosto de 2017, em Aracaju. Ele é apontado pela promotoria de Justiça como sendo responsável por cerca de 50 homicídios, seja como executor ou mandante no estado da Bahia.

Os autos do processo sustentam a versão de que Leone matou a jovem e o mandante foi um traficante. A versão é confessada por ele, que disse ter recebido R$ 700 e três pedras de crack para cometer o crime. Na ocasião, ele ainda atirou contra dois seguranças da festa onde a vítima estava, e acabou sendo preso em flagrante.

Além disso, na acusação apresentada aos jurados o promotor Flaviano Almeida mostrou sentença da Justiça baiana que descreve Leone como um traficante de altíssima periculosidade e líder de uma facção em Feira de Santana, que é responsável por vários crimes.

O G1 não localizou a defesa do condenado para falar sobre o assunto.

Por G1 SE, com imagem TV Sergipe.