DHPP elucida morte de homem encontrado boiando no Rio Jacuipe


A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) conseguiu elucidar o assassinato do comerciante Edcarlos de Jesus Santos, que tinha 45 anos e foi encontrado boiando no Rio Jacuipe, na manhã de 9 de dezembro do ano passado, próximo da ponte da BR-116 Sul, em Feira de Santana. Ele morava no distrito de Bonfim de Feira e estava desaparecido desde o sábado (7).

De acordo com o delegado Rodolfo Faro, as investigações apontaram Nelson dos Santos Azevedo como autor do homicídio, que ainda contou com participação de mais duas pessoas.

Em entrevista ao repórter Jota Bezerra, o delegado informou que Nelson é ex-presidiário e confessou o crime, alegando que vinha sendo ameaçado pela vítima, mas as investigações descobriram que o motivo seria um relacionamento entre a ex-companheira do acusado e Edcarlos.

“Esse crime aconteceu na noite de 8 de dezembro. A vítima foi morta a pedradas e pauladas e estamos aguardando a conclusão do laudo do DPT. A vítima ainda foi jogada da ponte, ainda com vida. O acusado foi preso praticando assaltos e confessou o crime e apontou mais duas pessoas”, contou o delegado.

O crime 

O corpo de um homem que estava desaparecido de sábado (7/12), foi encontrado na segunda-feira (9), boiando na margem do rio Jacuípe, e próximo à ponte da BR-116 Sul, em Feira de Santana.

Segundo familiares, Edcarlos de Jesus Santos, 45 anos, morava no distrito de Bonfim de Feira. O corpo apresentava estado de gigantismo e a necropsia vai apontar a causa da morte.

O veículo da vítima, um Celta, foi encontrado próximo ao estádio Joia da Princesa. A mulher de Edcarlos informou que ele era agiota e teria um relacionamento fora do casamento, detalhes que serão investigados pela polícia.

A delegada Gabriela Braga presidiu o levantamento cadavérico e autorizou a remoção do corpo para o Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Blog Central de Polícia, com informações de Jota Bezerra e Sotero Filho e imagens reprodução.

Comentários

0 Faça sem comentário...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>