Jovem é assassinado a tiros no bairro Novo Horizonte


Um jovem de 24 anos foi morto a tiros no final da tarde desta sexta-feira (11), na localidade conhecida como Favela da Alimba, às margens da BR-116 Norte, bairro Novo Horizonte, em Feira de Santana.

Segundo a polícia, a vítima foi identificada pela companheira como Damião de Jesus Lima e não há detalhes sobre a autoria e motivação do crime.

O delegado Luís Smyslov e equipes da Delegacia de Homicídios (DHPP) e do Departamento de Polícia Técnica (DPT) efetuaram o levantamento cadavérico.

Blog Central de Polícia, com informações de Denivaldo Costa e imagem reprodução/redes sociais.

Duplo homicídio é registrado na cidade de Santo Estêvão


Dois homens foram assassinados a tiros na manhã desta sexta-feira (11), em uma travessa da avenida JK de Oliveira, sentido conjunto Ismael, na cidade de Santo Estêvão.

Segundo informações, Edson Souza Pereira, 40 anos, e Edmilson de Oliveira Macêdo, 23, estavam em frente a um imóvel em construção quando foram executados. Não há detalhes sobre a autoria e motivação do crime.

Edson era comerciante e morava no centro da cidade, enquanto Edmilson residia no bairro Caminho do Oeste.

O delegado Luiz Osório de Melo Nobre presidiu os levantamentos cadavéricos e encaminhou os corpos para o Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Blog Central de Polícia, com informações de Denivaldo Costa e Correio da Cidade, e imagens reprodução.

 

 

Homem é preso com maconha escondida dentro de cilindro de gás na BR-116, em Feira de Santana


Um homem foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) com 20,6 Kg de de maconha. Os entorpecentes estavam escondidos dentro do cilindro de gás de um carro. O flagrante aconteceu na manhã desta sexta-feira (11), em frente a UOP de Feira de Santana (Km 429 – BR 116), na Bahia.

Policiais rodoviários federais faziam fiscalização e resolveram abordar um carro suspeito. Ao ser parado, o motorista ficou bastante nervoso, o que aumentou a desconfiança.

Durante a revista no porta-malas, os policiais perceberam que o cilindro de gás não funcionava, servindo apenas como disfarce, e resolveram desmontá-lo. Foram encontrados diversos tabletes de maconha, que totalizaram 20,6 Kg (vinte quilos, seiscentos gramas) da droga.

Ele foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Feira de Santana e irá responder pelo crime de tráfico de drogas (art. 33 da Lei 11.343/2006).

Fonte: PRF, com imagem divulgação.

Submetralhadora 9 mm e revólver são encontrados com dupla que saiu de Feira para praticar crimes em Serrinha


Morador do município de Candeal, um homem foi capturado por equipes do 16º Batalhão de Polícia Militar (BPM/Serrinha) com uma submetralhadora artesanal 9 milímetros e um revólver calibre 32, minutos depois de praticar assaltos na BA 233, sentido Conceição do Coité. A prisão aconteceu na noite de quarta-feira (9).

Segundo o comandante da unidade, tenente-coronel Michel Alexander Guimarães Muller, as informações sobre uma dupla assaltando condutores que passavam por uma região com redutores de velocidade, foi repassada pelo Centro Integrado de Comuniações (Cicom) da Secretaria da Segurança Púlica (SSP).

“Eles esperavam que as pessoas reduzissem os veículos para praticarem o assalto. No primeiro momento eles roubaram uma motocicleta Honda POP 100 e na segunda tentativa, quando iriam roubar um Fiat Strada, de placa FOV 1929 entraram em confronto com um atirador esportivo, que revidou os tiros”, contou o oficial.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado pela vítima para que o suspeito atingido fosse socorrido, mas ele não resistiu. O comparsa, que fugiu por uma região de mata, foi encontrado cerca de quarenta minutos depois, por equipes do 16º BPM, após denúncias anônimas.

Encaminhado para a Delegacia Territorial (DT) de Serrinha junto com as armas apreendidas, o criminoso explicou, durante depoimento, que estava em Feira de Santana e foi para Serrinha com o comparsa para praticar os crimes. “Ele foi autuado em flagrante por roubo qualificado e tentativa de latrocínio. Ele aguarda decisão judicial custodiado aqui na delegacia”, contou o titular da unidade, delegado Michael Segson.

O policial ainda informou que o atirador esportivo se apresentou na delegacia com uma pistola Taurus, calibre 40, usada na ação e que responderá um inquérito regular por homicídio com legítima defesa.

Fonte: Ascom / Rafael Rodrigues

Jovem é preso suspeito de envolvimento em mais de 10 homicídios em Feira de Santana


Um homem de 19 anos suspeito de envolvimento em mais de 10 homicídios foi preso nesta quinta-feira (10) em Feira de Santana. A informação é da Polícia Civil.

O suspeito, que não teve o nome divulgado, foi preso anteriormente e tinha um mandado de prisão preventiva em aberto por uma morte ocorrida no mês de maio, em uma oficina localizada no bairro Conceição, em Feira de Santana.

A polícia não detalhou a quantidade de homicídios dos quais o homem preso é suspeito de ter participado. Contudo, informou que as investigações apontam que ele é suspeito de realizar diversas execuções a mando de um dos líderes do tráfico na cidade.

Depois de ser apresentado na Delegacia de Homicídios (DH), ele deve ser encaminhado ao Conjunto Penal de Feira de Santana. A equipe segue com as apurações e diligências para localizar outros suspeitos de envolvimento em crimes violentos letais intencionais (CVLIs).

G1, com imagem reprodução.

Advogado de acusado da morte de médico nega ‘sonho premonitório’ e conta o motivo; ouça a entrevista


Convocado pela polícia para prestar depoimento sobre a morte do médico Andrade Santana Lopes, assassinado com um tiro na nuca e tendo o corpo encontrado no rio Jacuipe, o colega de profissão Alan Floriano, que reside em Salvador, esteve na tarde desta quarta-feira (9), na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Feira de Santana, acompanhado pelo advogado Joari Wagner.

Segundo a polícia, o medico Alan foi citado por Geraldo Freitas Júnior, que confessou em depoimento ter sido o autor do disparo e que o motivo foi um sonho premonitório. Em entrevista ao repórter Marcos Valentim (Boca de Zero Nove), o médico informou que não se relacionava bem com o acusado e que era amigo da vítima.

“Como meu nome foi citado, devido a um sonho que algum parente teve e acabei tendo que prestar meu depoimento e esclarecer os fatos.Isso pra mim é uma história sem pé, nem cabeça, porque o fato dele ter premeditado e armado uma emboscada com homicídio,ocultação de cadáver, ele quer desfazer todos esse fatos, estratégia que eles estão usando como defesa. Pra mim, isso aí, acho difícil de escapar de uma pena muito alta”

O médico contou ainda que conheceu Geraldo do tempo de faculdade e acusou o investigado de envolvimento com coisas erradas e que gostava de ostentar. Disse que se afastou de sua convivência por esses motivos e que o acusado o prejudicou na compra de um automóvel. Sobre a vítima, contou que era uma pessoa muita querida. “Uma pessoa que sempre praticou o bem, que fazia ação social e ajudou todo mundo”, completou.

O advogado Guga Leal (foto), que representa o médico Geraldo Júnior, alegou em entrevista ao repórter Sotero Filho (rádio Subaé), que estranhou a informação veiculada na imprensa de que o motivo do crime teria sido um sonho premonitório de algúem ligado ao acusado. Ainda de acordo com o advogado, a motivação foram as mensagens que seu cliente teria visto no celular da vítima (Andrade) – conversas com uma terceira pessoa, que também é médico. Ouça detalhes na entrevista

Blog Central de Polícia, com informações de Marcos Valentim e Sotero Filho.

Comandante do CPRL contradiz tenente-coronel e afirma: “Em Feira existe facção criminosa”


“O posicionamento da Polícia Militar é que em Feira de Santana existem, sim, facções, o que chamamos de organizações criminosas”. A declaração é do comandante do CPRL da Polícia Militar em Feira de Santana, coronel Nilton Paixão, sobre a declaração do seu irmão, e tenente-coronel Gilson Paixão, publicada no Protagonista, quando afirmou que no município não existe facções criminosas atuando.

Em entrevista ao repórter Carlos Valadares, do programa Jornal TransBrasil, comandado por Carlos Geilson, o coronel Nilton Paixão diz o seguinte: “São facções que procuram obter lucros através de ações ilícitas, seja do tráfico de drogas, homicídios e roubo de bancos. Eu não sei o que aconteceu no momento, mas acredito sim que houve um equívoco até porque na entrevista que ele (tenente-coronel Gilson Paixão) concedeu a emissora de TV, ele confirmou essa existência”.

A matéria com o tenente-coronel Gilson Paixão, ao ser rodada no programa de Carlos Geilson e publicada nos sites Protagonista e Olá Bahia, causou reação imediata dos ouvintes e leitores, que contestaram o militar.

Segundo o coronel Nilton Paixão, “ele é um profissional atuante, chefe do planejamento do CPRL, conhece muito bem a área, sempre trabalha nos finais de semana no serviço operacional, mas estamos aqui para combater estas organizações”.

“Realizamos cerca de 10 a 12 ações de domingo a domingo em Feira de Santana, em horários intercalados e estamos, também, apreendendo armas de fogo e grande quantidade de drogas”, afirma.

Sobre a anunciada doação de 30 viaturas por parte da Câmara Municipal, o coronel Nilton Paixão diz que ainda não houve nenhum tipo de comunicado por parte da Prefeitura. “Oficialmente ainda não tivemos nenhum tipo de contato com o prefeito. Iremos conversar com o prefeito para saber detalhes, assim como também conversaremos que a segurança pública é dever do Estado, mas é de responsabilidade de todos. Não fazemos segurança pública apenas com a Polícia Militar. Vamos saber o que ele pode fazer para ajudar a Polícia Militar, porque, por exemplo, precisamos de uma limpeza ali naquela região da Taboa, são estes pontos que precisamos conversar. Recebi um áudio dessa possível doação dos veículos, mas até o momento, nada oficial”, concluiu.

Fonte: O Protagonista, com foto do Blog Central de Polícia.

Homem é assassinado na zona rural de Feira de Santana


Um homem foi encontrado morto com tiros na cabeça, no início da madrugada desta quinta-feira (10), em uma estrada vicinal e próximo ao Sucatão, no distrito da Matinha, em Feira de Santana.

Segundo a polícia, a vítima não portava documentos e trajava bermuda tactel estampada e camisa de malha vermelha. Não há informações sobre a autoria e motivação do crime.

O delegado Felipe Ghiraldelli presidiu o levantamento cadavérico e autorizou a remoção do corpo para o Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Blog Central de Polícia, com informações de Carlos Valadares e imagem ilustração.

Com demorada reforma de prédio da 3ª Ciretran, serviços são direcionados para o SAC


Uma reforma do prédio da 3ª Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) de Feira de Santana, iniciada em novembro do ano passado, fez com que parte dos serviços fossem transferidos para o Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC Feira 2), mas a falta de publicidade sobre as mudanças tem gerado reclamações dos usuários.

De acordo com o coordenador da 3ª Ciretran, Rainério Brito de Oliveira, apenas serviços como vistoria e emplacamentos, entre outros, estão sendo feitos na área do Complexo Investigador Bandeira, no Jomafa. Para realizar qualquer serviço é preciso fazer o agendamento. Ouça mais detalhes

Blog Central de Polícia, com reportagem e fotos de Denivaldo Costa.

Número do Disque Denúncia da SSP agora é 181 em toda a Bahia


O Disque Denúncia da Secretaria da Segurança Pública agora é 181. A mudança deixou ainda mais fácil prestar informações sobre criminosos ou relatar ações ilícitas. O tradicional 3235-0000 mudou para 181 e passou a receber chamadas de celular, de forma gratuita. A ação também padroniza o número, conhecido em todo o Brasil como o principal canal de comunicação anônima entre a polícia e a população.

“É uma padronização necessária, porque vai permitir que pessoas que não tinham condições de custear uma ligação normal possam contribuir com a segurança da sua rua, do seu bairro, ajudando a polícia a fazer o seu trabalho”, afirmou o secretário da SSP, Ricardo Mandarino.

O Disque Denúncia funciona na Bahia há 16 anos, auxiliando, principalmente, nas investigações e localização de criminosos. O setor recebe as informações fornecidas pela população de forma anônima e repassa às unidades policiais para auxiliar na elucidação de casos, bem como para orientar a distribuição das equipes ostensivas nos locais conflagrados apontados pelos denunciantes.

“Essa parceria com a população é responsável pela elucidação de centenas de crimes ao longo dos últimos anos. A mudança para 181 vai permitir que mais colaborem com as equipes. A garantia do anonimato continua mantida”, destacou o superintendente da Inteligência da SSP, delegado Ivo Tourinho.

Baralho do Crime

O 181 também passa a concentrar o recebimento de informações sobre os criminosos mais procurados. Caso reconheça alguma das 52 cartas do Baralho do Crime disponível no site do Disque, o cidadão poderá denunciar, gratuitamente, de qualquer lugar do estado, discando apenas os três números, inclusive pelo celular.

Denúncia Online

Outra forma de enviar informações para a polícia sem precisar se identificar é o Portal do Disque Denuncia (www.disquedenuncia.com), através do ícone “Denuncie Aqui”. Além de relatar crimes ou localização de procurados, o espaço online também permite o envio de áudios e de imagens sobre situações suspeitas.

Secom com foto: Alberto Maraux/SSPBA