Identificadas vítimas de duplo homicídio na zona rural de Feira; polícia investiga ligação do crime com fato ocorrido em Santanópolis


A polícia identificou os dois homens encontrados mortos no distrito de Tiquaruçi, em Feira de Santana, na manhã de terça-feira (5). Diego Alves Santos, 23 anos, e Murilo Santos de Oliveira, mesma idade, moravam em Jacobina, e foram identificados por familiares que estiveram no Departamento de Polícia Técnica (DPT). Eles foram encontrados com as mãos imobilizadas para trás e executados com tiros de pistola.Próximo aos corpos foi encontrada uma motocicleta Honda CG, preta, placa NYY-1766, licença de Jacobina.

O delegado Rodolfo Faro, titular da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), informou que a polícia está investigando se o duplo homicídio teve ligação com uma tentativa de assassinato ocorrida no município de Santanópolis.

“A polícia ainda trabalha no possível envolvimento desses indivíduos em uma possível tentativa de homicídio praticada na cidade de Santanópolis, na noite anterior, haja vista deles terem sido perseguidos e executados logo após a prática do crime ocorrido naquela cidade”, relatou.

O delegado também informou que a motocicleta encontrada próxima aos corpos pertence a outra pessoa e as vítimas não tinham passagem pela polícia. “A moto registrada em nome de uma terceira pessoa, também de Jacobina, e durante o episódio em Santanópolis foi roubada uma moto com as mesmas características do veículo encontrado no local onde os corpos foram encontrados, mas a polícia ainda não tem a identificação da placa da moto que foi roubada para saber se é o mesmo veículo. As vítimas não tinham passagem pela polícia”.

Rodolfo Faro acrescentou que os rapazes foram perseguidos e alcançados quando se chocaram contra uma cerca.

“Pelas evidências coletadas no local denotam que eles foram perseguidos pelo executores, foram rendidos após essa perseguição que culminou após uma colisão contra uma cerca,enquanto fugiam, acabaram sendo algemados e executados”, concluiu.

Blog Central de Polícia, com informações de Denivaldo Costa e imagem reprodução/redes sociais.

Polícia localiza traficante com dois mandados de prisão em aberto em Feira de Santana


Na manhã desta segunda-feira (30), policiais do Serviço de Investigação da 1ª Coordenadoria de Polícia Civil de Feira de Santana, em conjunto com agentes da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE), prenderam G.N.J, procurado por crimes como tráfico de drogas, posse ilegal de arma de fogo e receptação.

A ação policial aconteceu após informações sobre um veículo Fiat Uno, branco, com restrição de roubo em uma residência localizada na rua Vila Madalena, bairro Gabriela. Os policiais montaram campana e quando o suspeito abriu o portão do imóvel foi possível ver o veículo na garagem.

Os policiais deram voz de prisão e durante revista na casa encontraram uma pistola, várias munições, 3 coletes balísticos, 27 porções de maconha, 200 pedras de crack já embaladas para venda, 6 porções do mesmo entorpecente e 18 porções de cocaína.

Durante a apresentação, na delegacia, a polícia descobriu que havia dois mandados de prisão contra o suspeito, por roubo e homicídio.

Blog Central de Polícia, com informações e foto da 1ª Coorpin/Feira.

Polícia registra duplo homicídio no bairro Caseb


Dois homens foram executados com tiros de pistola por volta das 15h desta quinta-feira (12), na rua Ribeirão Preto, bairro Caseb, em Feira de Santana. As vítimas identificadas como Jackson Felipe e Leonardo Barbosa, estavam em um bar quando foram surpreendidos.

Segundo a polícia, eles ocupavam um veículo Classic e pararam no estabelecimento comercial, quando minutos depois, homens ocupando um Ônix, preto, passaram pelo local e em seguida retornaram, desceram e atiraram contra as vítimas. Um dos rapazes ainda tentou fugir, mas foi alcançado pouco metros adiante e executado.

A polícia teve acesso a imagens de câmeras de segurança na rua onde ocorreu o crime e tenta identificar os assassinos.

O delegado Fabrício Linard presidiu o levantamento cadavérico e encaminhou os corpos para o Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Blog Central de Polícia, com informações de Marcos Valentim e imagens redes sociais.

Acusado de matar subtenente diz que foi ‘roubar pra fazer dinheiro’ e utilizou pistola da vítima para ‘efetuar mais dois disparos’


Um homem de 19 anos, suspeito de participação no assalto seguido de morte do subtenente da Polícia Militar, Isaque Cerqueira, está custodiado no Complexo de Delegacias, no bairro Sobradinho, em Feira de Santana. Ele foi preso na última segunda-feira (26), durante operação conjunta das polícias Militar e Civil, no bairro George Américo. O subtenente foi morto durante um assalto na zona rural de São Conçalo dos Campos.

http://centraldepolicia.olabahia.com.br/2020/10/25/subtenente-da-pm-e-vitima-de-latrocinio-na-zona-rural-de-sao-goncalo-dos-campos/

Em entrevista concedida ao repórter Carlos Valadares (Jornal Transbrasil), L.B.S, confessou o crime e que atirou contra o policial, chegando a utilizar da própria arma da vítima para deflagrar mais tiros. Ele alegou que na adrenalina provocada durante o assalto não faz ideia de quantos tiros deflagrou contra o subtenente.

“Entramos no local e aí, ele levantou e foi até o carro pegar uma arma. Aí, ele retornou e não deu voz de polícia, eu mês assustei, o resto foi adrenalina. Ele correu e eu fui atirando, a arma disparando e ele caiu, por isso esse tanto de tiros, peguei a pistola que estava com ele e efetuei mais dois disparos”, confessou.

Questionado sobre a motivação do assalto o acusado alegou que pretendia ‘roubar para fazer dinheiro’ e não sabe do paradeiro dos comparsas.

Ele disse ainda que não estava utilizando drogas e alegou a pratica de assaltos por falta de oportunidade e discriminação por sua cor. “Sempre botei isso na minha mente, porque eu sou negro, é bem difícil achar trabalho”, disse o assaltante.

O criminoso contou que começou a cometer assaltos a partir dos 17 anos e alegou que matou para não morrer. “Não matei por maldade, foi pela minha defesa e ele também tentou se defender”, finalizou.

Por força da Lei de Abuso de Autoridade (13.869/2019), proposta pelo então ministro da Justiça e Segurança, Sérgio Moro, e promulgada pelo Congresso Nacional, entre outros pontos, proíbe a divulgação de nome e imagens de suspeitos por policiais.

Blog Central de Polícia, com informações de Carlos Valadares (Jornal Transbrasil) e imagem reprodução/ilustração.

Mecânico é executado dentro de oficina no bairro São João


Um mecânico foi executado com dezenas de tiros por volta das 12h30 desta terça-feira (29), na rua Coronel José Pinto, bairro São João, em Feira de Santana.

Segundo informações, Tiago Santana Sousa, estava trabalhando em uma oficina quando dois homens chegaram em um veículo Siena, branco, de placa não anotada. Um deles desceu do carro, e entrou na oficina e executou o mecânico com mais de 50 tiros de pistola.

Testemunhas contaram que os homens estavam encapuzados e após o crime fugiram através da rua Intendente Abdon, em direção à avenida João Durval.

A polícia iniciou as investigações para descobrir a autoria e motivação do crime. A vítima morava no bairro George Américo.

O delegado Laurindo Teixeira Neto presidiu o levantamento cadavérico e encaminhou o corpo para o Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Blog Central de Polícia, com informações de Sotero Filho (Ronda Policial) e imagens reprodução.

Chacina em Cabuçu: quatro pessoas são executadas dentro de casebre


A polícia registrou uma chacina por volta das 2h da madrugada desta quarta-feira (16), no distrito de Cabuçu, município de Saubara. As vítimas foram dois homens e duas mulheres.

Segundo informações, um casebre localizado na rua Riacho Doce foi invadido por desconhecidos que executaram os casais com vários tiros. A polícia identificou as vítimas como Augusto César Burgos da Silva, 24 anos, Tiago de Jesus Santos Rangel, 22, Jaynara Queiroz dos Santos, 17, e Aline Santana dos Santos Rosário, 18.

A polícia apurou que a casa era alugada e as vítimas estavam morando no local há pouco tempo. Ainda de acordo com a polícia, um dos homens tinha passagens em delegacias. Uma pistola foi encontrada no local do crime e encaminhada para perícia.

Os corpos foram encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Santo Amaro.

Blog Central de Polícia, com informações de Carlos Valadares e Fato Concreto e imagem reprodução/redes sociais.