NOTICIÁRIO POLICIAL

Justiça tem prazo de 20 dias para decidir se médico suspeito de matar colega vai a júri popular em Feira de Santana

A Justiça tem 20 dias para decidir se o médico Geraldo Freitas Junior, investigado por matar o colega Andrade Lopes Santana, 32 anos, vai a júri popular ou será julgado em Vara comum. A primeira audiência de instrução foi realizada na sexta-feira (26), em Feira de Santana, seis meses após o crime, e durou mais de dez horas.

Cerca de 10 pessoas, entre testemunhas de acusação e defesa, foram ouvidas, das 9h às 20h, em uma das salas de audiência da Vara do Júri, no Fórum Desembargador Filinto Bastos. Geraldo também prestou depoimento e esteve acompanhado de três advogados.

Agora, a juíza responsável pelo caso, Márcia Simões Costa, aguarda as alegações do Ministério Público e da defesa do acusado para decidir sobre o júri, se será popular ou não.

A prisão preventiva de Geraldo foi decretada há quatro meses. Antes de ser preso, o investigado chegou a registrar o desaparecimento da vítima na delegacia.

O médico Andrade Lopes Santana, de 32 anos, era natural do Acre, mas morava e trabalhava na cidade de Araci, no interior da Bahia. Ele desapareceu no dia 24 de maio, quando saiu com destino a Feira de Santana, cidade a cerca de 105 km de Araci.

O corpo da vítima só foi encontrado quatro dias depois do desaparecimento, no Rio Jacuípe, que fica na cidade de São Gonçalo dos Campos, na mesma região. Andrade foi morto de costas, com um tiro na nuca. Uma âncora foi amarrada com uma corda no braço dele para que o corpo não emergisse das águas.

A motivação do crime ainda não foi definida, já que o investigado alegou em depoimento que não premeditou matar Andrade. Durante as investigações, a polícia informou que tem linhas de possíveis motivações, mas elas não foram reveladas para não atrapalhar o seguimento do caso.

Tiro foi acidental e não houve ‘premonição’

A defesa de Geraldo Freitas informou ao g1, no mês de junho, que o médico investigado pelo crime teria dito que uma guia espiritual avisou que ele seria assassinado por dois colegas de profissão. O advogado revelou que a suposta guia em questão é a mãe do suspeito.

O advogado disse ainda que o cliente não tinha a intenção de matar. A polícia acredita que houve premeditação.

O delegado Roberto Leal, que investigou o caso, confirmou que a mulher teve um sonho meses antes do ocorrido e comentou com o filho, como um alerta, mas garantiu que isso não tem a ver com a morte de Andrade.

Por g1 BA
Fotos reprodução TV Subaé e arquivo pessoal.

Operação conjunta cumpre mandado de prisão em Feira de Santana

Um operação conjunta envolvendo a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e Rondesp Leste cumpriu um mandado de prisão na tarde deste sábado (27) decretaro pela Vara do Júri da comarca de Feira de Santana. O mandado é contra um homem acusado de homicídio ocorrido no dia 12 do mês de setembro deste ano, na rua Olney São Paulo, no bairro Aviário. A vítima foi um adolescente de 16 anos.

O homem, que não teve o nome revelado,foi encaminhado para o Complexo de Delegacias do bairro Sobradinho e ficou à disposição da justiça.

O crime

Morreu na manhã de domingo (12/9) no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), vítima de tiros Yago Araújo Benicio de Araújo, 16 anos.

Segundo informações, o menor foi baleado por volta das 4h10 na rua Olney Alberto São Paulo, bairro Aviário, em Feira de Santana. O adolescente foi socorrido por familiares, mas não resistiu.

Blog Central de Polícia, com informações da Ascom e arquivo BCP.
Foto reprodução.

Homem é flagrado com revólver e 1 Kg de cocaína em Feira

Investigações da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE) de Feira de Santana culminaram na apreensão de um quilo de cocaína, além de um revólver e uma balança, na tarde de sexta-feira (26).

A droga foi encontrada durante um cumprimento de mandado de busca, expedido contra um suspeito de vender os entorpecentes em um condomínio do bairro SIM, naquela cidade.

O homem já possui uma condenação pelo crime de roubo e foi autuado por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo. Ele está custodiado no Complexo do Sobradinho, à disposição da Vara de Tóxicos de Feira de Santana.

Ascom-PC

Jovem é morta a tiros em Residencial no bairro Santo Antônio dos Prazeres

Uma jovem de 20 anos foi assassinada a tiros por volta das 18h deste sábado (27), no Residencial Solar da Princesa Aeroporto, na avenida Sérgio Carneiro, bairro Santo Antônio dos Prazeres, em Feira de Santana.

Segundo informações, Monaliza Souza Brito estava no bloco 16, quando foi atingida por vários disparos e morreu no local. A polícia está investigando a autoria e motivação do crime. A vítima morava na rua Lago do Rio Verde, no bairro da Conceição II.

O delegado André Luís Ribeiro presidiu o levantamento cadavérico e encaminhou o corpo para o Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Blog Central de Polícia, com informações de Denivaldo Costa e imagens reprodução.

Homem morre no HGCA após ser baleado na porta de casa

Um homem de identidade ignorada morreu na noite de sexta-feira (26) no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), após ser baleado na porta de casa no bairro Muchila, em Feira de Santana.

Segundo informações da polícia, a vítima levou três tiros deflagrados por um homem que teria tentado roubar seu celular. Socorrido até o HGCA, não resistiu aos ferimentos. Não há informação sobre a rua onde ocorreu o crime.

A delegada Danielle Matias encaminhou o corpo para o Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Blog Central de Polícia, com informações de Denivaldo Costa e imagem ilustração.

Homem é assassinado a tiros no bairro Areal

Um homem conhecido como ‘Dedéu’ foi morto com tiros na cabeça na noite desta sexta-feira (26), na rua Araújo Pinho, localidade do Areal, em Feira de Santana.

Segundo informações, a vítima não seria o alvo e o criminoso fugiu de bicicleta.

O delegado André Ribeiro encaminhou o corpo para o Departamento de Polícia Técnica (DPT), para necropsia e reconhecimento.

Blog Central de Polícia, com informações de Carlos Valadares e imagem reprodução/redes sociais.

Suspeitos de estelionato com Pix são presos em Serrinha; um deles tinha mandado de prisão em aberto expedido pela comarca de Feira

Dois homens foram presos em Serrinha, na última quinta-feira (25), por estelionato. Policiais da Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) com sede no município utilizaram de uma ação de inteligência para descobrir os autores dos crimes e capturá-los.

Dias antes, funcionários de uma loja de varejo da cidade denunciaram que venderam uma TV de 43 polegadas – no valor de R$ 2.520 – a um cliente, mas acabaram enganadas: de acordo com os comunicantes, o homem fez uma falsa transferência por Pix, conseguindo levar o produto do estabelecimento antes de ser descoberto.

Com o sucesso da primeira empreitada, o homem usou o telefone para tentar um novo golpe e receber uma outra TV em casa. As informações chegaram à Polícia Civil, que, de posse de dados do falso cliente, conseguiu identificar o endereço em que seria feita a entrega da encomenda. Os investigadores prenderam o golpista – que tinha mandado de prisão em aberto – e um comparsa, conduzindo-os à Delegacia Territorial de Serrinha.

Um veículo usado na empreitada criminosa foi apreendido. Os suspeitos estão à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: Ascom PC

Peto da 67ª CIPM encontra submetralhadora em Humildes

Uma submetralhadora artesanal calibre 9mm e um carregador foram encontrados por uma guarnição do Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto) da 67ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM). A arma foi localizada na noite de quinta-feira (25), no distrito de Humildes.

Quando os policiais chegaram na rua Vila Brasfrut para averiguar informações de tráfico de drogas na localidade, avistaram um grupo, que fugiu após perceber a presença dos militares. Na fuga, os suspeitos abandonaram a arma.

De acordo com o subcomandante da unidade, capitão Fernando Pereira Fernandes, o material apreendido foi apresentado na Central de Flagrantes de Feira de Santana.

Fonte: Ascom / Poliana Lima

Jovem baleado no bairro Subaé morre no HGCA

Um jovem de 27 anos morreu nesta sexta-feira (26) no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), após ser baleado em Feira de Santana.

Segundo a polícia, Jackson da Silva Cerqueira residia na rua Pax, no bairro Subaé e foi atingido no abdômen na última quarta-feira (24). O crime aconteceu na localidade onde ele morava.Não há detalhes sobre a autoria e motivação do homicídio.

O delegado Rodolfo Faro encaminhou o corpo para o Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Blog Central de Polícia, com informações de Denivaldo Costa e imagem reprodução.

Reclamação por causa de pichação de facção motivou duplo homicídio em Feira de Santana

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) descobriu que o duplo homicídio que vitimou tio e sobrinho, no bairro Mangabeira, em Feira de Santana, foi cometido por causa de uma pichação na parede da residência de uma das vítimas. Flávio Santos Vilas Boas, de 35 anos, e o sobrinho Iago Vilas Boas da Silva, 29, foram assassinado no dia 5 de setembro deste ano, na rua Tupinambá.

Segundo informações do delegado Rodolfo Faro, Flávio seria o alvo do criminoso, mas como o sobrinho estava presente, também foi assassinado. A motivação, de acordo com o delegado, foi que Flávio reclamou de um homem que estava pichando o muro da residência com a sigla de uma facção criminosa, gerando uma luta corporal e até tomando uma arma que estava em poder do criminoso. Após esse episódio, o indivíduo voltou acompanhado e cometeu o duplo homicídio. Ouça o delegado

A polícia informa que o autor dos crimes segue foragido e as diligências continuam no sentido de capturá-lo.

O crime

Um duplo homicídio foi registrado por volta das 20h de domingo (5/9), na rua Tupinambá, no bairro Mangabeira, em Feira de Santana.

Segundo informações, Flávio Santos Vilas Boas, de 35 anos, e o sobrinho Iago Vilas Boas da Silva, 29, estavam bebendo em frente a uma residência, quando foram surpreendidos por desconhecidos que estavam em um veícul Gol, vermelho, e terminaram baleados.

Blog Central de Polícia, com informações de Denivaldo Costa e imagens reprodução.

PMs são presos em Seabra e Serrinha durante Operação Vindicta

Drogas, armas e munições foram apreendidas na manhã desta sexta-feira (26), com dois Policiais Militares, em Seabra e Serrinha, durante a Operação Vindicta, deflagrada pela Coordenação de Repressão a Extorsão Mediante Sequestro do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), 13ª Coordenadoria Regional de Polícia de Interior (Coorpin/Seabra) e a Corregedoria da Polícia Militar.

Na casa de um deles, em Seabra foram localizados, arma, porções de maconha, pinos de cocaína, cartões de crédito e munições. Ele também foi autuado em flagrante por tráfico de drogas. Aparelhos eletrônicos foram apreendidos para ajudar nas investigações.

“Eles fazem parte de uma quadrilha envolvida em extorsão mediante sequestro que atua em Salvador e Interior do estado. Estamos tentando localizar outros alvos em Salvador”, explicou o Coordenador de Repressão a Extorsão Mediante Sequestro, delegado Adailton Adan.

A quadrilha extorquiu de uma das vítimas a quantia de R$ 200 mil e a mantinha em um cativeiro. “O cativeiro funcionava nas proximidades da própria residência de um dos PM preso”, explicou o coordenador de Seabra, delegado Thomas Galdino. Também participa da operação, a Coordenação de Operações Especiais da Polícia Civil (COE) e da 16ª Coorpin de Serrinha.

Ascom PC/Natália Verena

DHPP conclui investigação sobre assassinato de professor no bairro Jardim Cruzeiro

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) concluiu o inquérito sobre o assassinato do professor José Eduardo Menezes Castro de Jesus, de 42 anos, que estava desaparecido e teve o corpo encontrado enterrado nos fundos de uma panificadora em reforma no bairro Jardim Cruzeiro, em Feira de Santana. A polícia descobriu o corpo após um dos sócios da panificadora denunciar o caso após um dos funcionários, que trabalhou como padeiro, confessar o crime e fugir. O corpo estava despido em uma cova rasa e o criminoso utilizou uma pá para matar a vítima.

Em entrevista ao repórter Carlos Valadares, do programa Jornal Transbrasil, o delegado Rodolfo Faro contou que o autor atuou como padeiro e estava trabalhando como ajudante de pedreiro na reforma do prédio. O motivo do crime, segundo o delegado, foi provocado após o autor do crime querer romper um relacionamento amoroso com a vítima.

“Eles tinham relacionamento amoroso havia três anos, como o acusado queria terminar o romance, o professor não teria aceitado e passou a fazer ameaças em denunciar o envolvimento, e isso fez com que o acusado cometesse o crime, haja vista, ele omitir para as pessoas e familiares que tinha relacionamento com essa vítima’,relatou o delegado.

Ainda de acordo com a polícia, o suspeito permanece foragido.

O crime

O corpo de um homem foi localizado na tarde desta sexta-feira (29), enterrado nos fundos de um imóvel onde funcionava uma panificadora, na rua Paulo Afonso, esquina com a avenida Andarai, bairro Jardim Cruzeiro, em Feira de Santana. Segundo a polícia, a vítima estava despida e apresentava lesão na cabeça, provocada por golpe de pá.

De acordo com o delegado Rodolfo Faro, a polícia foi acionada por um dos proprietários do imóvel, de que um funcionário teria cometido o crime e confessou na noite de ontem (28). Ainda de acordo com as investigações, o crime ocorreu na noite de quarta-feira (27). O delegado informou ainda que o suspeito já foi identificado.

O advogado Marco Aurélio esteve acompanhando o trabalho da polícia e informou que foi constituído pelos sócios da padaria após tomarem conhecimento do crime praticado por um funcionário. O suspeito é padeiro, mas estava trabalhando como ajudante na reforma do prédio.

Blog Central de Polícia, com informações de Carlos Valadares e imagens reprodução e arquivo.

Exclusivo: Justiça mantem prisão preventiva do médico Antônio Marcos, acusado de matar Gabriela Jardim

A juíza Márcia Simões, da Vara do Júri de Feira de Santana, negou o pedido de revogação da prisão preventiva do médico Antônio Marcos Rego Costa, acusado de matar a ex-companheira Gabriela Jardim, e abandonar o corpo dela às margens da BR-116. Ele está preso desde o dia 3 de setembro.

A decisão de manutenção da prisão do médico Antônio Marcos foi publicada nesta sexta-feira (26). Apesar de manter a prisão dele, a juíza Márcia Simões autorizou a restituição de dois veículos do acusado que estavam à disposição da Justiça.

Com o médico a polícia apreendeu os veículos Frontier, placa policial RCT-4E87, e Honda HRV, de placa PKY-3999. Esses automóveis foram apreendidos por determinação judicial, durante a fase de investigação do caso.

PRISÃO CAUTELAR

O site Olá Bahia teve acesso com exclusividade a decisão eu manteve a prisão preventiva do médico Antônio Marcos. Segundo a juíza Márcia Simões, a manutenção da prisão do acusado tem o objetivo de para garantir a ordem pública e a aplicação da lei penal.
“Não se podendo permitir que permaneça em liberdade, por ora, diante da possibilidade de cooptar testemunhas e atrapalhar/interferir na iminente instrução processual”, justificou a magistrada.

O advogado do acusado, Guga Leal, disse ao site Olá Bahia, nesta manhã, que a decisão já era esperada. “Esse pedido foi feito lá atrás, logo da prisão. Mas perdeu o objeto, uma vez que o Ministério Público ajuizou a ação”, disse o advogado.

O CASO

O médico Antônio Marcos Rego Costa é acusado de matar a ex-companheira Gabriela Jardim. A vítima foi casada com ele durante quatro anos e, de acordo com a polícia, os dois viviam um relacionamento com animosidades.

Gabriela foi encontrada morta em estado avançado de decomposição no dia 28 de agosto, às margens da BR-116, em Feira de Santana, após seis dias de desaparecimento e a polícia receber denúncias anônimas. Ela foi achada sem as roupas, da cintura para cima.

Fonte: Olá Bahia, com imagens reprodução e arquivo.

Ossada humana é encontrada em mata fechada de Conceição do Jacuípe

Populares encontraram, na manhã dessa quinta-feira (25/11), uma ossada humana em meio a uma mata fechada localizada no bairro do Baldez, em Conceição do Jacuípe. A Polícia Civil do município investiga o caso para apurar as causas da morte.

Ao FALA GENEFAX, testemunhas afirmam que a ossada foi encontrada próximo a um rio. Até o momento, a vítima não foi identificada. Entretanto, foi encontrado próximo aos ossos vasos de gasolina e a ossada estava queimada.

Levando a entender que houve crime violento contra a vítima.

Fonte: Fala Genefax.

Bebê de 6 meses morre e mãe diz que houve negligência em hospital

Uma criança de 6 meses faleceu na última sexta-feira (19), em um hospital particular de Feira de Santana e mãe Ana Beatriz Oliveira Rios, 20 anos, residente no bairro Parque Ipê, alega que houve negligência médica no Hopital Bambino. Utilizando as redes sociais, Ana Beatriz relatou o que houve e o caso acabou repercutindo.

Ouvida pelo repórter Denivaldo Costa, da rádio Subaé, a mãe do bebê contou que chegou a levar a criança duas vezes ao mesmo hospital e “mesmo solicitando o internamento, foi recomendada a levar a filha para casa”, quando o caso piorou. Após apresentar nova piora no quadro de saúde, a mãe a socorreu até a Policlínica do bairro Parque Ipê, mas a criança não resistiu. Ouça o relato da mãe

Em contato com nossa reportagem, o Hospital Bambino divulgou uma nota de esclarecimento.

Blog Central de Polícia, com informações de Denivaldo Costa e imagens reprodução/redes sociais.