NOTICIÁRIO POLICIAL

Alvos de operação do MP, sedes de associação de PMs são interditadas após determinação da Justiça

Todas as sedes da Associação dos Policiais e Bombeiros Militares e seus Familiares (Aspra) na Bahia foram interditadas na madrugada desta quarta-feira (16), após determinação da Justiça baiana. Os locais são alvos de uma operação do Ministério Público estadual (MP-BA).

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), que apoia a ação por meio das Polícias Civil e Militar, o grupo é investigado por incitar movimento paredista, afrontando Constituição Federal e causando “grave risco à segurança pública e à coletividade”.

A operação acontece 20 em cidades. São elas: Salvador, Alagoinhas, Barreiras, Feira de Santana, Guanambi, Ilhéus, Irecê, Itaberaba, Itabuna, Jacobina, Jequié, Juazeiro, Paulo Afonso, Porto Seguro, Santa Maria da Vitória, Santo Antônio de Jesus, Senhor do Bonfim, Serrinha, Teixeira de Freitas e Vitória da Conquista.

Conforme a SSP, além da interdição dos imóveis e da busca e apreensão de documentos, computadores e dinheiro, também foi determinado o bloqueio das contas da entidade. Vinte promotores de Justiça participam da ação em todo o estado.

A reportagem entrou em contato com a Aspra, mas a entidade não se posicionou sobre o caso até a publicação desta reportagem. (fotos da sede da instituição  em Feira de Santana.)

G1 Bahia, com fotos de Carlos Valadares (Jornal Transamérica)

Comentários

COMPARTILHE

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+

Veja também

Vítima de tiros morre no HGCA

Na noite passada (29), um homem morreu no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) em Feira de Santana, vítima de disparo de arma de fogo. De

Idoso vítima de atropelo morre no HGCA

Morreu no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) nesta quarta-feira (29) José Nicolau de Souza, 64 anos, que residia na Fazenda Baraúnas, município de Pedrão. Segundo