NOTICIÁRIO POLICIAL

Hospital novo, problema antigo; idosa sofre à procura de atendimento

Inaugurado recentemente, o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA 2)  já é alvo de crítica de quem procura por atendimento, e por conta da pandemia, outros procedimentos não estão sendo feitos pela unidade de saúde, a não ser em caso de internamento.

Acompanhada da neta Cristiane Gomes, a idosa Hermínia Gomes da Silva, 75 anos, moradora do conjunto Feira VII, em Feira de Santana, esteve no HGCA 2 em busca de atendimento e reclama que não consegue atendimento em nenhuma unidade de saúde do município.A neta relata que a idosa fez uma cirurgia há cerca de um ano e necessita ser submetida a um exame de colonoscopia (exame que analisa o intestino grosso), mas não conseguem. Contou que procuraram a Secretaria Municipal de Saúde e foram informadas que não regulam, mas tentaram encaminhar o caso para Salvador e devido à pandemia do coronavírus o serviço foi suspenso. “Eu sei que aqui faz o exame de colonoscopia, só que a informação que eles dão é que só faz com o paciente internado, e no Dom Pedro (hospital) também faz. Só que no Dom Pedro o SUS não cobre o internamento. Então, como ela tem 75 anos precisa de internamento”, alega a neta.

De acordo com Cristiane, desde o mês de fevereiro tentam agendar o exame, sem sucesso.

“Eu sinto dor, me incomoda, não consigo dormir, eu só durmo de lado, com o problema, mandam pra Salvador, mas não tenho parentes lá, eu quero que eles me chamem, se é pra ficar internada, vamos”, suplica a idosa.

O sofrimento da idosa Hermínia Gomes da Silva soma-se a várias pessoas que buscam diariamente as unidades de saúde do município, que priorizaram o atendimento aos casos relacionados à Covid-19 e esqueceram das outras doenças.

Blog Central de Polícia, com informações e fotos de Denivaldo Costa.

Comentários

COMPARTILHE

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+

Veja também

Idoso vítima de atropelo morre no HGCA

Morreu no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) nesta quarta-feira (29) José Nicolau de Souza, 64 anos, que residia na Fazenda Baraúnas, município de Pedrão. Segundo