‘ Rafael Cigano’, acusado da morte de comerciante em São Gonçalo,foge da carceragem do Complexo Policial do Sobradinho


Rafael Cerqueira de Jesus, também conhecido como “Rafael Cigano”, fugiu da carceragem do Complexo de Delegacias do bairro Sobradinho em Feira de Santana, no último dia 26. Ele é acusado do latrocínio (roubo seguido de morte) do comerciante Raimundo Reis Borges Santana, 43 anos, crime ocorrido no dia 4 de agosto de 2017, no povoado de Magalhães, em São Gonçalo dos Campos. Ele também é acusado de tentativa de homicídio contra uma adolescente em São Paulo, para onde fugiu após cometer o crime na Bahia.

O comerciante assassinado morava no Parque Panorama, em Feira de Santana e tinha um estabelecimento comercial no município vizinho. Após estacionar seu veículo Ônix e chegar na porta do estabelecimento, o comerciante foi surpreendido por um dos criminosos e mesmo sem esboçar reação, foi assassinado friamente. A morte do comerciante foi captada por câmeras de segurança.

Ouvido por nossa reportagem, Rafael contou que venderam o veículo por R$ 2 mil e com medo da polícia fugiu para São Paulo. Após retornar para a Bahia, ‘Cigano’ se escondeu na cidade de Santa Bárbara, até ser descoberto e preso.

Fuga do Complexo
A 1ª Coordenadoria Regional de Polícia (Coorpin) informou através de nota que a ausência de ‘Cigano’ foi notada durante a contagem de presos. “No dia 26 de Fevereiro, durante revista e contagem de presos no Complexo do Sobradinho, constatou-se a ausência de um detento oriundo da Comarca de São Gonçalo dos Campos. O citado preso é apontado como autor de roubo e também possuía um mandado prisão por homicídio. As investigações agora prosseguem para averiguar as circunstâncias da fuga e recaptura do preso”.

Relembre o caso

http://centraldepolicia.olabahia.com.br/2021/02/15/apos-matar-comerciante-em-sao-goncalo-e-fugir-para-sao-paulo-homem-retorna-e-e-preso-pela-delegacia-de-furtos-quando-vi-a-policia-pensei-em-me-matar-diz-acusado/

Blog Central de Polícia, com informações de Sotero Filho e Denivaldo Costa e imagens reprodução.

 

Comentários

0 Faça sem comentário...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>