NOTICIÁRIO POLICIAL

Polícia Civil leva tecnologia e atuação conjunta de Departamentos para Micareta de Feira 2024

Policiais infiltrados, cyber monitoramento e equipes especializadas atenderão os casos de furtos, roubos, crimes contra as mulheres e os demais públicos vulnerabilizados

Com um investimento de R$ 1,5 milhão, a Polícia Civil levará modernização e inteligência policial durante sua atuação na Micareta de Feira de Santana 2024. No primeiro e maior carnaval fora de época do mundo serão empregados mais de dois mil policiais, cujas principais atividades serão o atendimento ao público e formalização de procedimentos policiais e a investigação especializada de crimes que possam ocorrer no evento, com foco no combate aos grupos criminosos.

Contando com uma estrutura moderna, a Polícia Civil realizará ações integradas entre os Departamentos de Polícia do Interior (Depin), de Repressão e Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro (Draco), Especializado de Investigação e Repressão ao Narcotráfico (Denarc), Especializado de Investigações Criminais (DEIC), de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e de Proteção à Mulher, Cidadania e Pessoas Vulneráveis (DPMCV).

Doze postos provisórios funcionarão especificamente para a Micareta de Feira de Santana 2024. Além dos Postos Policiais Integrados (PPIs), com equipes das polícias civil e militar, e os das Centrais de Flagrante (CFs), bem como das Delegacias Especiais de Área (DEAs), a Polícia Civil promoverá atendimento nos Postos do Serviço Especializado de Respeito à Grupos Vulnerabilizados e Vítimas de Intolerância e Racismo (SERVVIRs), onde terá integrado os Postos da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAMs) e da Delegacia do Adolescente Infrator (DAIs). As ações operacionais terão como base o Posto Resposta Operacional e Tática e Gerenciamento de Riscos (PROTEGER).

Uma das importantes ferramentas das ações da Polícia Civil no evento será o Posto Avançado de Gestão Estratégica (POPC), que funcionará como um centro de tomada de decisões, deslocado para o teatro de operações, com diversas tecnologias embarcadas para que a Delegada-Geral e os demais Diretores e seus corpos de assessores possam se reunir para a tomada de decisões estratégicas de forma rápida e acertiva, acompanhando as movimentações e dinâmica da Micareta.

Policiais disfarçados e infiltrados entre os foliões vão monitorar atividades suspeitas, identificando potenciais ameaças, enquanto outras equipes estarão posicionadas em pontos de visualização do circuito da Micareta, com o objetivo de orientar as equipes de campo.

Tecnologia e modernização

O Cyber Monitoramento utilizará tecnologias de monitoramento eletrônico para acompanhar as comunicações e movimentações suspeitas, nas redes sociais e em fontes abertas de movimentações de grupos criminosos, ou manifestações que possam vir a comprometer o bom andamento dos eventos, antecipando tais situações às equipes de campo e ao tomador de decisões. Terá a função de acompanhar a propagação de fakenews e a dissuasão de informações falsas.

A Polícia Civil manterá prepostos do DIP no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) e Comitê Integrado de Inteligência e Analise (CIIA) a ser instalado em Feira de Santana, em condições de atuar em comunicação direta com a Sala de Consciência Situacional da PCBA.

Nesta Micareta, a Polícia Civil da Bahia ampliou a capacidade de atendimento do assistente virtual “Paulo César 2.0”, que tem como foco o atendimento aos baianos e turistas que se encontrem na Micareta. Ele vai orientar sobre a localização dos Postos da Polícia Civil nos Circuitos, bem como auxiliando no registro de ocorrências a partir da Delegacia Virtual, disponibilizando também a pesquisa de qualidade do atendimento prestado nestas unidades e outros serviços online. Paulo César 2.0 passou a atender também em inglês e espanhol, ampliando o espectro de abrangência dos turistas atendidos pela ferramenta.

Para registrar perdas e extravios de documentos, furtos e outros crimes que não necessitarem de exames de lesões corporais ou outras perícias, as pessoas podem acessar da Delegacia Virtual. São mais de 15 tipos de ocorrências. Basta acessar:
https://delegaciavirtual.sinesp.gov.br/portal/home

Ascom-PC / Tony Silva e foto divulgação

Comentários

COMPARTILHE

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+

Veja também

Vítima de tiros morre no HGCA

Na noite passada (29), um homem morreu no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) em Feira de Santana, vítima de disparo de arma de fogo. De

Idoso vítima de atropelo morre no HGCA

Morreu no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) nesta quarta-feira (29) José Nicolau de Souza, 64 anos, que residia na Fazenda Baraúnas, município de Pedrão. Segundo