NOTICIÁRIO POLICIAL

Morto em onda de violência de Feira de Santana tinha sido preso com plantação de maconha, afirma delegado

Feira de Santana enfrentou um fim de semana marcado por violência e confrontos. Em meio aos eventos o coordenador da Polícia Civil em Feira de Santana, delegado Yves Correia revelou que uma das vítimas foi presa anteriormente por envolvimento com uma plantação de maconha.

O coordenador da Polícia Civil destacou a gravidade da situação.

“Estamos vivendo mais um momento de ataques e guerra faccionada. Desde os ataques na sexta-feira, temos trabalhado incessantemente, identificando os autores. Uma das vítimas foi aquele indivíduo que prendemos na semana passada com uma plantação de maconha expressiva, possivelmente uma outra facção nem sabia que ele tinha essa plantação e foi lá e queimou o arquivo e executou.”

As operações policiais foram intensificadas durante o final de semana, com destaque para a transferência de líderes faccionados entre sábado e domingo.

“Trabalhamos desde sexta-feira até o final de semana para trazer a tranquilidade que Feira de Santana merece. A polícia não vai descansar”, ressaltou Correia.

A luta contra o tráfico de drogas e a criminalidade é uma batalha constante na região, conforme ressaltou o delegado.

“Temos um número expressivo recorde de prisões este ano. Esses traficantes têm cooptado muitos jovens, aterrorizando a cidade. Mesmo nesses casos, eles focam em alvos específicos, mas atiram indiscriminadamente, afetando também inocentes.”

Sobre a motivação por trás dos ataques, o delegado enfatizou a disputa de poder entre facções.

“Infelizmente, eles têm esse modus operandi para mandar um recado para facções rivais e demonstrar uma força maléfica. Cabe a nós estancar essa sangria e partir para cima com todas as forças do estado.”

Além das medidas repressivas, as autoridades destacaram a importância da prevenção e do envolvimento da comunidade.

“Estamos trabalhando junto com a educação e outras áreas para tentar influenciar positivamente os jovens, impedindo que enveredem pelo caminho do crime”, afirmou.

Um apelo foi feito à população para colaborar com informações através do Disque Denúncia 181, garantindo o anonimato e contribuindo para a segurança de todos.

“Toda informação que a população tiver vai ajudar bastante a polícia”, concluiu o coordenador.

Fonte: De Olho na Cidade e foto reprodução rede social

Comentários

COMPARTILHE

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+

Veja também

Vítima de tiros morre no HGCA

Na noite passada (29), um homem morreu no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) em Feira de Santana, vítima de disparo de arma de fogo. De

Idoso vítima de atropelo morre no HGCA

Morreu no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) nesta quarta-feira (29) José Nicolau de Souza, 64 anos, que residia na Fazenda Baraúnas, município de Pedrão. Segundo