Cristianismo Sem Fronteira promove ação social; vários serviços serão oferecidos


Neste sábado (23) das  8hs  até às 16h , a Igreja Cristianismo Sem Fronteira, abre espaço para as causas sociais de Feira de Santana. A instituição recentemente retornou ao templo, no qual foi fundado, situado na avenida Maria Quitéria, antiga casa de eventos Mega Fest.


As pessoas que chegarem alí, terão atendimento na área de saúde com os serviços de aferição de pressão, teste de glicemia, vacinação para imunização de doenças, tipo hepatite B e exames laboratoriais.


Uma equipe de combate a DST/AIDS estarão orientando as pessoas com o suporte de profissionais que trabalham com o setor de enfermagem, bioética, com o apoio de fisioterapeutas e massoterapeutas. Uma equipe de UNEF, com 18 alunos e professores se colocaram a disposição para realização de trabalhos de saúde bucal.


Neste mesmo espaço, pessoas que não dispõem de recursos financeiros terão a oportunidade de conversar com advogados e dirimir suas dúvidas, como também serem orientadas por contabilistas ao lado de alunos do núcleo da UNIFACS, em parceria com a Receita Federal, para sanar dúvidas relacionadas a imposto de renda de pessoa física (IRPF).


Cabeleireiro, serviços oferecidos em barbearias, depiladoras e profissionais que desempenham atividades com maquiagem e manicure, também confirmaram presença. Psicólogas, pedagogas e assistentes sociais estão envolvidos nesta ação social.


Uma tenda estará disponível no interior da igreja, especialmente para os participantes do evento que quiserem buscar a Deus.


Portal Cidade Gospel

Policial envolvido na morte de colega se apresenta em delegacia


O policial militar Sérgio Ricardo Sobral Ramos se apresentou
na manhã desta sexta-feira (22), no Complexo de Delegacias do bairro
Sobradinho, em Feira de Santana. Acompanhado pelo advogado Guga Leal, o militar
prestou depoimento ao delegado Luiz Filgueiras sobre seu envolvimento na morte
do subtenente Juceny Rodrigues da Fonseca Otoni, 48 anos, que era lotado na 66ª
Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), fato ocorrido na noite de
ontem (21), na rua El Salvador, conjunto Feira VII. 

Segundo informações da polícia, houve um confronto
envolvendo ele, que estava acompanhado pelo colega Adriano Nascimento da Silva,
que foi ferido na perna, e a vítima, durante uma abordagem. 



“O soldado falou
que estava em um comércio alí próximo e um transeunte teria informado que um
cidadão com algumas características, a bordo de uma moto CG, com mochila preta
nas costas, teria roubado três celulares nas proximidades, e, que eles de
imediato, passaram a fazer diligências no local, encontrando o rapaz (vítima).
Na abordagem, o rapaz estava armado, que eles pediram para o rapaz não pôr a
mão na cintura, mas o rapaz reagiu e houve a troca de tiros”, contou o
delegado.

Ainda de acordo com o delegado Filgueiras, o soldado não
soube precisar quem atirou primeiro e alegou que a ação foi muito rápida. A
polícia informou que duas armas foram utilizadas no tiroteio: uma pistola ponto
45; do soldado; e uma ponto 40; do subtenente.

Luiz Filgueiras informou que as investigações continuam e o
outro policial também será ouvido quando receber alta do hospital.

O advogado Guga Leal informou que foi procurado pelo soldado
Ricardo e o apresentou, juntamente com uma das armas utilizadas no confronto. 



“Trouxe
o senhor Ricardo, trouxe a própria arma e entregou ao delegado e explicou que
estava com o colega Adriano, quando a esposa ligou solicitando que ele
comprasse salsichas para fazer cachorro-quente para o filhos, e como ele mora
perto do local, foi nesse mercadinho e quando chegou, chegou um transeunte
dizendo que uma pessoa com uma mochila nas costas estaria roubando celulares.
Ele, com o instinto de policial, o que é natural, foi no encalço e na abordagem
foi o que vocês viram nas imagens. Infelizmente, um acidente o que ocorreu alí,
no momento, quando na abordagem houve uma troca de tiros. O subtenente deve ter
achado que eles (soldados) eram bandidos, na moto, e eles também acharam que o
subtenente era um bandido”, relatou o advogado.


Após ser ouvido na delegacia, o soldado foi encaminhado para
o Comando de Policiamento Regional Leste (CPRL).

Blog Central de Polícia, com informações e fotos de
Denivaldo Costa.

Vítima de tiros no Feira VII morre em hospital


Morreu na noite passada (21) na emergência do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), Marcos Vinicius Silva Guedes, 18 anos, que morava no condomínio Eco Park II, no conjunto Feira VII, em Feira de Santana.

De acordo com parentes, por volta das 19h30, a vítima foi baleada próximo de sua residência por um homem que estava em uma motocicleta Biz. O jovem ainda foi submetido a uma intervenção cirúrgica, mas não resistiu.

O corpo foi encaminhado para o Departamento de Policia Técnica (DPT) para ser necropsiado.

Blog Central de Polícia, com informações de Denivaldo Costa.

Subtenente é morto a tiros no Feira VII; CPRL decreta prisão de policiais envolvidos


O subtenente Juceny Rodrigues da Fonseca Otoni, 48 anos, que era lotado na 66ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM). foi assassinado com seis tiros por volta das 18h40 desta quinta-feira (21), na rua El Salvador, conjunto Feira VII, em Feira de Santana. Outro policial identificado como soldado Adriano e uma terceira pessoa ficaram feridos.

Segundo informações, o subtenente conduzia uma motocicleta e foi abordado por outros dois homens que estavam em outra moto. Na sequência, houve a deflagração de tiros e o subtenente foi atingido por seis tiros. O soldado foi baleado na perna e socorrido até um hospital particular. Uma terceira pessoa que passava no momento do tiroteio foi atingida na cabeça e está internada no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA). Não há informação sobre o estado de saúde.

A Polícia Militar divulgou uma nota informando que está apurando as circunstâncias do fato e que dois policiais envolvidos tiveram a prisão temporária decretada. Confira a nota, na íntegra:


Nota de Esclarecimento


É com pesar que a Polícia Militar informa o falecimento do subtenente PM Juceny Rodrigues da Fonseca Ottoni, que pertencia a 66ª Companhia Independente.


No início da noite desta quinta-feira(21), houve um confronto envolvendo o subtenente e mais dois policiais militares sob circunstâncias ainda não esclarecidas. Na ação o subtenente morreu no local, um dos soldados envolvidos recebeu um tiro na perna e um transeunte foi baleado de raspão na cabeça. Ambos foram conduzidos ao hospital e não correm risco de morte.


As circunstâncias serão apuradas através de um Inquérito Policial Militar instaurado e a prisão temporária dos policiais militares envolvidos na ação já foi decretada. No momento, o policial hospitalizado encontra-se custodiado e diligências estão sendo realizadas para dar cumprimento à prisão do segundo envolvido.


Blog Central de Polícia, com informações e fotos de Carlos Valadares e reprodução.

Com distúrbios e usuário de drogas, adolescente de 13 anos tenta estuprar e esfaquear a própria mãe


Uma mulher de 37 anos, moradora da zona rural de São Gonçalo dos Campos, vive um drama com o filho de 13 anos, que sofre de distúrbios mentais, é usuário de drogas e tem envolvimento com uma facção criminosa. Em entrevista concedida ao repórter Sotero Filho, a mulher contou que o filho tentou estuprá-la durante a madrugada desta quinta-feira (21). Não conseguindo consumar o abuso sexual, o adolescente se armou com uma faca e tentou atingir a mãe.


“Aconteceu nessa madrugada. Eu já estava indo deitar com minha filha de 7 anos, e ele, com comportamento estranho, agressivo, tentou manter relações comigo. Eu reclamei, empurrei, ele foi até a cozinha e pegou uma faca, No meio da confusão, consegui tirar ele de casa, tranquei a porta e liguei para o 190. Ele tentou quebrar o cadeado e pegou pedras”, relatou a vítima.


Segundo a mãe, o filho foi localizado pela polícia nas redondezas e foi encaminhado para o  Complexo de Delegacias de Feira de Santana. A mulher contou que o filho já tentou o estupro antes, mas estava muito drogado e adormeceu, sendo trancado em um quarto. Disse também que ele tentou matar o padrasto na semana passada, mas o homem se armou com um pedaço de pau e conseguiu evitar um crime.


De acordo com a vítima, o adolescente já foi diagnosticado com desvio de conduta e psicopatia, além de ser usuário de maconha e cocaína. “Já tentei interná-lo, mas sem o consentimento dele, os órgãos não aceitam”, explicou.


Ela informou ainda que o filho já passou por Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), participa de uma facção criminosa, sai de casa constantemente e volta quando quer. “Eu me sinto triste por isso. Quem mais está sofrendo sou e minha filha. Eu já estou tomando mendicamento e minha vida é sem paz. Pretendo lutar para ele ser internado, porque ele precisa de tratamento, tanto para o problema que tem, quanto para as drogas”.


A dona de casa disse também que já perdeu o emprego, se mudou de Feira de Santana para São Gonçalo dos Campos, inclusive, mudando de endereço sete vezes em dois anos, na tentativa de ajudar o filho por conta de ameaças. Apesar do sofrimento, a mulher declarou que vai continuar lutando pelo bem do filho. “Quero ele bem, quero continuar cuidando, pois sou a mãe dele. Ele acha que os amigos são os da rua, mas a verdadeira amiga dele sou eu”, finalizou.


Blog Central de Polícia, com informações de Sotero Filho e imagem ilustração.

Homem é baleado no Parque ipê e morre no HGCA


Um homem identificado como Antonielson dos Santos Nascimento, 30 anos, deu entrada por volta das 11h desta quinta-feira (21), após ser baleado na rua Nacional, bairro Parque Ipê, em Feira de Santana.

Segundo informações, o homem foi surpreendido por dois homens que estavam de moto e foi atingido por tiros na cabeça e costas. Ele foi socorrido por uma equipe da Polícia Militar até a policlínica do bairro e depois foi transferido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), até o centro cirúrgico do HGCA, mas não resistiu aos ferimentos.


A vítima morava na rua Icó, no mesmo bairro onde ocorreu o crime. O corpo foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT).


Blog Central de Polícia, com informações de Sotero Filho e foto reprodução.

PETO 67 apreende 4 kg de drogas no bairro Rua Nova


Policiais do Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO),
da 67ª Companhia Independente, apreenderam  2,5 kg de maconha e 1,5 kg de cocaína por
volta do meio dia de ontem (20), no bairro Rua Nova, em Feira de Santana.

Segundo informações, após uma denúncia anônima, a equipe do
PETO chegou na Travessa Itororó e percebeu um suspeito tentando fugir. Ele foi
alcançado e os policiais encontraram os entorpecentes.

O suspeito e todo o material apreendido foram encaminhados
para a Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE).

Blog Central de Polícia, com informações da 67ª CIPM e foto
divulgação.

Suspeita de liderar o tráfico em Feira de Santana é presa em Lauro de Freitas


Líder de facção criminosa com atuação no bairro Rua Nova, em
Feira de Santana, e investigada como mandante de vários homicídios, Aldacy
Santos Souza, mais conhecida como Sady, foi presa quarta-feira (20), no
Shopping Litoral Norte, Lauro de Freitas, por equipes da 1ª Coordenadoria de
Polícia do Interior da Polícia Civil e do Comando de Policiamento da Região
Leste da Polícia Militar. As investigações para a localização dela, que era um
dos alvos prioritários da Secretaria da Segurança Pública, também contaram com
a colaboração da Superintendência de Inteligência (SI) da SSP e da Polícia
Federal.

De acordo com as investigações, Sady assumiu o tráfico de
drogas no bairro Rua Nova e em outras regiões de Feira de Santana após a morte
do companheiro, Ronilson Oliveira de Jesus, o Rafael, ocorrida em janeiro de
2017, após confronto com policiais da Coordenação de Operações Especiais (COE)
da Polícia Civil, também na Região Metropolitana de Salvador. Na operação que
culminou na morte do traficante foram encontrados mais de 400 quilos de maconha
e diversas munições de fuzis. Rafael também era alvo prioritário e integrava o
Baralho do Crime, na carta Valete de Ouro.

Sady foi presa em cumprimento a mandado de prisão preventiva
expedido pela Vara do Júri de Feira de Santana. “No momento da prisão ela
apresentou documento falso, na tentativa de enganar os policiais”, afirmou o
titular da 1ª Coorpin, delegado Roberto Leal. Ainda segundo ele, a acusada
negou as acusações e disse que trabalha com venda de roupas. No entanto, não
soube explicar a procedência de inúmeras peças de grife encontradas com ela.

Fonte: Ascom/SSP-BA / Kelly Hosana, com foto divulgação.

Feira está entre as cidades com maior número de mortes por arma de fogo


A Bahia é o estado do Nordeste com maior número de crianças
e jovens, com até 19 anos, vítimas de arma de fogo, segundo levantamento
divulgado nesta quarta-feira (20) pela Sociedade Brasileira de Pediatria.

De acordo com os dados, mais de 13 mil casos foram
registrados no estado entre os anos de 1997 e 2016. Em nível nacional, a Bahia
ocupa o terceiro lugar, ficando atrás apenas de São Paulo e Rio de Janeiro.

“Isso é lamentável para nós, porque reflete, de fato,
que nós precisamos, com urgência, nos debruçar sobre esse problema, e, de fato,
refletir sobre as políticas públicas que nós precisamos implementar”,
disse a presidente da Sociedade Brasileira de Pediatria, Luciana Rodrigues
Silva.

A reportagem da TV Bahia tentou gravar entrevista, mas a
Secretaria da Segurança Pública (SSP) preferiu se pronunciar por meio de nota.
No comunicado, a pasta informou que não teve acesso e não foi comunicado sobre
o estudo, e que, diante disso, não pode argumentar sobre os resultados.

No período da pesquisa, alguns casos marcaram história no
estado. No ano de 2011, o pequeno Joel, de 10 anos, foi morto em casa por um
tiro que atravessou a parede do quarto dele. Em nota, o Tribunal de Justiça da
Bahia informou que o processo, que envolve policiais militares, segue em
andamento e aguarda data pra julgamento.

O tempo passou e o pai dele, o capoeirista Joel Castro,
ganhou um neto, Miguel, mas a dor da perda do filho caçula não foi curada,
segundo ele.

“Eu tinha as fotos, tinha muita lembrança de Joel.
Essas coisas boliam [mexia] com a gente. A gente desfez disso. Ficou com as
fotos dele guardadas para não magoar. Porque a gente guardando lembrança de
Joel e olhando só trazia tristeza. Dói muito, mas, infelizmente, a gente tem
que aguardar a justiça”, disse Joel Castro.

Em 2014, Daiane Ramos, de 9 anos, morreu depois de ter sido
atingida por um tiro em um confronto entre traficantes, no bairro do IAPI, em
Salvador.

Dois anos depois, a pequena Alice Beatriz Farias, de apenas
1 ano, morreu depois de ter sido baleada também em um suposto confronto entre
traficantes, na cidade de Feira de Santana.

Na última quinta-feira (14), Hebert Felipe, de apenas 11
anos, foi atingido por um tiro enquanto brincava na porta de casa, na cidade de
Camaçari, na região metropolitana da capital baiana. A polícia afirmou que PMs
trocaram tiros com criminosos. Os vizinhos e familiares negam.


As informações são do G1, com imagem ilustração.

Jovem é assassinado na cidade de Irará


Um homem de 24 anos foi morto a tiros por volta das 22h
desta terça-feira (19), na rua Visconde de Oliveira, em Irará.

Segundo informações, a vítima foi Eveson Pereira dos Santos,
que trabalhava como lavrador e morava na Fazenda Fortaleza, naquele município. Não
há detalhes sobre o crime.

O corpo foi encaminhado para o Departamento de Polícia
Técnica (DPT) de Feira de Santana.

Blog Central de Polícia, com informações de Denivaldo Costa
e foto reprodução.